Arquivo mensal: janeiro 2010

05 aninhos do Gustavo

Padrão

Meu príncipe Gustavo fez 05 aninhos dia 03 de janeiro, enquanto estávamos no Espírito Santo. Iríamos comprar um bolo apenas pra não passar a data em branco na padaria mas nem precisou, pois fizemos amizade com um pessoal amigo da esposa do meu pai (!!!) que também foi pra lá passar reveillon e carinhosamente, ao final da noite de domingo, apareceu com um bolinho recoberto de brigadeiro e enfeitado com balas de goma. Fiquei feliz demais pelo gesto! Eu sempre digo que ainda existem pessoas gentis nesse mundo…
Momentos:


E no dia 10, domingo passado, houve a já tradicional distribuição de presentes da minha família, que nem sempre acontece no dia 25 de dezembro porque tenho uma tia que quase todo ano vai aos States passar o natal com as filhas, e preferimos esperar por ela.
Aproveitando que estaríamos todos reunidos, combinei com minha tia para cantarmos o Parabéns “oficial” pro Guto logo após as entregas.
Bem, o grande lance desse ano foi eu ter dado na telha de fazer tudo sozinha. Sim, isso mesmo, eu estava doida!!!
Na verdade não era muuuita coisa, mas deu um trabalho do cão, afff. Fiz o bolo, os brigadeiros, os pães de queijo e uns benditos enroladinhos de salsicha e frango que me ferraram, porque eu não tenho costume de lidar com massa de pão, e a danada é pesada demais da conta! Eu fui abrindo-a, abrindo-a, e mesmo assim não ficava fininha! Por fim eu já estava fazendo enrolados absolutamente toscos, cada um mais ridículo que o outro. E ainda por cima acho que ficaram meio sem sal, enfim. O bolo ficou fundo no meio e tive que transformá-lo, como um Frankenstein; O brigadeiro ficou mole. Ao menos o p. de queijo me salvou a pátria, porque ficaram bonitos e gostosos. Aleluia! E o mais importante: as crianças adoraram e acharam tudo leeeendo, hahaha. A doce ingenuidade e pureza das crianças…
Momento entrega de presentes (olha o mundaréu de tranqueira):

Gente, eu que fiz tudo isso, eu que fiiiiiiiz (ispia o naipe dos enrolados):

Pose tradicional em todos os nívers:

Fim de ano 2.009

Padrão

Quanto tempo longe daqui, nossa!
As festas de final de ano foram ótimas, todas tranquilas.
A ceia fizemos em casa de minha tia, com direito a sessão de bingo pra animar a noite. O Papai Noel passou por aqui e cumpriu à risca o que foi pedido na cartinha que a Gi o enviou: Um jogo da Pizzaria Maluca e uma boneca Barbie Articulada. Já o Gustavo, como não fez nenhuma cartinha porque simplesmente não consegue saber o que quer (hahaha,quando ele chega em uma loja infantil pede absolutamente tudo, sem exceção!!) ganhou um quebra-cabeça de 100 peças e um Lego, cujas peças eu achei pequeniníssimas e super facilmente “sumíveis”. E o pior é que comprei um pra dá-lo também de aniversário. Se arrependimento matasse…
Já “eu” dei aos dois o jogo Monopoly Jr., que é um jogo bem complexo mas apropriado para crianças a partir de 05 anos.
As crianças gostaram muito de ambos os jogos, e a mim me pareceram bem interessantes, mas eles precisam estar sendo constantemente incentivados a brincar. Se depender deles, passam o dinterinzinho vendo TV, afff.
Já o reveillon passamos no ES, em casa de meu pai. As crianças se divertiram bastante, Gustavo mais porque Giovanna é meio fresca: fica feito velha reclamando da água fria, da areia incômoda, enfim, não vê muita graça em praia. A passagem de ano em si eu adorei, foi simples e gostoso: Fomos nós quatro a uma pizzaria de onde se dava pra ver os fogos, que por sua vez foram muito bonitos. Gu não aguentou e capotou antes mesmo de comer; Já Gi nós conseguimos acordar pra ver. No final, a certeza de que passear é ótimo, mas em se tratando de hospedagem em casa dos outros, nada melhor do que chegar em casa, hohohoho.