Menininha distraída

Padrão

Essa vida de mãe é um verdadeiro mar de “emoções”, coisa incrível. Dessa vez é a Giovanna.
Ela sempre foi uma criança meio dispersa, porém ultimamente andei notando ela distraidíssima. Há momentos em que o que estou falando está literalmente entrando por um lado do ouvido e saindo pelo outro.Termos que ela utiliza frequentemente são “esqueci” e “não lembro”. Além disso, é bastante desorganizada, deixa cair e perder tudo, é bastante relapsa ao desenhar e colorir, fazendo tudo como se estivesse indo tirar o pai da forca, super mal feito. Esse aspecto específico eu considerava que poderia ser da idade, mas depois concluí que não era questão de falta de coordenação motora, mas preguiça, mesmo. É visível que foram feitos às pressas, sem capricho.
Bom, enfim, essa semana estive com a professora dela que me afirmou exatamente tudo aquilo que eu venho notando. Achei muito interessante verificar que a professora dela é bastante observadora porque citou tudo que eu, como mãe, vejo!!
Eu fiquei com a boa e velha pulguinha atrás da orelha porque ela está começando a não entender o que lhe é explicado em sala devido à falta de concentração, o que torna essa distração um complicador efetivo e não apenas mais um simples traço de personalidade.
Eu e a Michelle então definimos que esperaremos até o final de agosto, quando ela já estiver com 06 anos (segundo ela, a criança amadurece rapidamente 01 mês após fazer aniversário) e já tiver chegado o final do 2º trimestre para verificarmos se há realmente um problema real nisso tudo (déficit de atenção sem hiperatividade, por exemplo), ou se é apenas fase, ou algo inerente a ela mas que não esteja em níveis preocupantes. Afff…dureza, viu?! Haja psicologia! rsrs.

Anúncios

»

  1. Flávia, parece que você está descrevendo o Tatá! Será que é da idade, pq ele é bem assim, viu? Tb faz tudo correndo pra acabar logo, uma coisa! Mas hiperatividade, eu acho que não. Eu conheci crianças verdadeiramente hiperativas e é uma coisas muitooooo mais complicada, pelo menos do que o Tatá. Tomara que seja da idade né? Beijos, saudades de você.

  2. Flavia, não acho que a Gi tenha qualquer característica de hiper atividade. Talvez seja apenas uma fase ou uma faceta de sua personalidade como você observou. A Valon por exemplo é desastrada , vive tropeçando , mordendo a própria boca e se machucando.

  3. Flavia,
    não sou expert em hiperatividade, mas nas poucas vezes que encontrei a Gi não me pareceu que ela tenha esse distúrbio de atenção não.
    Vai ver é da idade mesmo ou um traço da personalidade dela mesmo.
    Bjs

  4. Olha Flá… Se vc e a Pro tão achando que tem algo errado, quer dizer, são duas pessoas que estão vendo o mesmo, então, o que vcs decidiram tb ta certo, esperar mais um pouco pra ver, se não for só uma falta de atenção comum da idade, tem que verificar sim, pq disturbio de atenção é comum… E não ha nada de errado em procurar ver o que de fato ta acontecendo… Se ela não ta melhorando, tem que verificar mais a fundo sim…
    Boa sorte aí…
    Bjs
    :)

  5. Pode ser uma fase e pode ser DDA sim, as mulhers com DDA tem mais tendência a ter ênfase em falta de atenção do que hiperatividade por isso pode ser DDA (defict de atenção)e não TDAH (transtorno de défict de ateção e hiperatividade). Não que eu esteja diagnosticando mas acho válido vc observar sim e se tiver, tratar logo. Tenho TDAH e tenho as características citadas por vc desde criança… derrubo tudo, caio sempre, esqueço tudo a ponto de quase morrer ou perder coisas de muito valor – já equeci a chave da minha agencia na porta por noites inteiras, deixei gás ligado e saí de casa, etc) e minha mãe nunca notou, principalmente pelo fato de ser gêmea e ter outra com as mesmas características, então ela achava normal… Até que nasceu o Lu, autista e comecei a pesquisar. DDA ou TDAH é um espectro antes do autismo, curioso não. Se quiser ler sobre o assunto, compre o livro ou baixe na net: Mentes Inquietas, Dra Ana Beatriz Barros.

    Estou torcendo para que seja uma fase e que passe logo! Beijos!

  6. Flá, acho que o bom é mesmo observar, como vocês já estão fazendo e ver até que ponto isso prejudica o aprendizado dela. Só neste caso acho que vale a pena agir…Bjão e saudades

  7. Respondendo meu blog…

    Coloquei a Ellen na escola com 3 anos… Queria por antes, mas a pediatra achou melhor esperar por motivos de doencinhas mesmo… Como ela é filha única, e não tem mtos amigos por perto, achamos melhor colocar ela na escola… E ela melhorou mto depois que entrou lá, ela era super tímida, não ia com outras pessoas, mesmo sendo parentes ou mesmo o pai, só queria eu por perto… Hj ela é outra criança, dá até gosto de ver… E agora, ela tb vai ao ballet em sextas, e na natação, duas vezes por semana(terças e quintas)… Mas a natação, só coloquei agora, pq não preciso entrar com ela, e por motivos de saúde… Pra melhorar a asma dela…
    Bjs
    :)

  8. Bom não vou dizer que é da idade porque o LEandrinho é mais novo e é tão ou mais disperso, a unica diferença é que mesmo não se concentrando ele aprende, mesmo quando parece que não está escutando ele pode repetir tudo depois então eu acho é que na verdade ele tem é um alto poder de absorção das coisas. Mas eu acho sim que deve ser observado se isso estiver prejudicando o aprendizado dela senão deixa estar que melhora com o tempo e as cobranças usuais :)
    Bjão

  9. Flá,

    Lendo o post parecia que tava vendo o Matheus no início do ano lembra quando a professora me chamou? Hoje depois do niver de 6 anos e com algumas medidas, ele melhorou bastante.
    Essa semana a prof me disse, e eu já havia notado também, que ela tava relaxando novamente na escrita, um garrancho só, e ai adotei algumas das medidas de novo, juntamente com um caderno de pauta dupla!
    Não esqueci a fotos das letras!
    bjs

  10. olá!

    Olha eu sou de Portugal e tenho uma filha com 7 anos que é hiperactiva e já está diagnosticado desde que ela tinha um ano e meio e os sintomas que sua filha apresenta pela minha experiência tem tudo haver. Pode esperar mas quanto mais cedo tiver a certeza melhor, os médicos especialistas nessa area sao: médicos de desenvolvimento ou endocronologia, aminha filha é seguida por até um psicologo e nao tem nada de errado nisso é para o bem dela.
    Aminha filha quando era mais pequena com os seus 3 anos era bem pior eu não saía para lado nenhum porque era impossível de segurala, por isso tem pessoas te dizendo que hiperactividade é bem pior, alguns casos sim, mas nem todos, pois eu também conheço casos muito piores que o de minha filha, mas cada caso é um caso e existi vários níveis de hiperactividade.
    Nao tem mau nenhum se sua filha for hiperactiva é trataveu tem tratamento e até a aconselho a colocá-la fazendo desporto, tem várias opções: natação, equitação, capoeira, ballet nestas actividades a muitas terapias para hiperactivos, por exemplo, minha filha pratica natação pois é bom para muita coisa não só pra isso, e não tem técnica nenhuma especifica, mas ela saí tao cansada que fica bem calminha e a concentração também pode ser treinada a guias para professores.
    Fala com médico,pode até não ser mas assim tira as dúvidas. Se realmente for saiba que quanto mais cedo actuar melhor.

  11. I want to to thank you for this wonderful read!! I definitely enjoyed every little bit of it.

    I have got you saved as a favorite to check out new things you post…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s