Desafios da educação – I

Padrão

Sempre me disseram que o pior está por vir em termos de preocupação com as crianças. Acreditar eu acredito, mas é o tipo da coisa né, enquanto a idade deles não aumenta, eu me iludo imaginando que tudo só vai melhorar.
E de fato melhora, pelo menos em termos práticos. Eles vão se tornando mais independentes, não é mais preciso fazer absolutamente tudo por eles, etc. Porém, a questão da educação em si vai se tornando cada vez mais complexa.
Tenho me deparado com várias questões do dia-a-dia deles e através destas venho tentando demonstrar como funciona a vida e explicá-los da melhor forma possível, de modo que eles entendam, assimilem. Não é fácil.
Anteontem por exemplo, cheguei pra pegá-los na escola e a Giovanna estava aos prantos. Então ocorreu o seguinte diálogo:
-Ninguém quer brincar comigo.
– Tá, mas como assim? Te disseram: não queremos brincar com você?
-Não, só continuaram correndo e não falaram nada.
– E o quê que tem, minha filha? Elas simplesmente continuaram brincando. Se não disseram nada, comece a correr junto!
– Mas eu queria brincar de esconde-esconde, e não de pega-pega.
– Ah bom, então vc queria que elas fizessem o que vc queria. Mas ninguém é obrigado a fazer apenas o que você quer. Se elas não queriam o mesmo que você, ou entrasse na delas ou se sentasse e pronto! Se não está a fim de fazer o que os outros fazem, fique na sua, ou vá brincar com outros, não precisa se chatear por isso.
Bom, mas isso é um resumo. Na verdade essas mesmas frases foram repetidas exaustivamente, porque ela é mooooito teimosa e simplesmente não aceita, argumenta, discorda.
Essa falta de flexibilidade aliada à excessiva sensibilidade dela me dão um certo medo; Medo de que ela se torne uma adulta extremamente carente ou extremamente autoritária (ou ambos), dois traços de personalidade a meu ver muito complicados, que fazem perder amizades, tornam a pessoa vulnerável, enfim, fazem sofrer, e eu não quero que eles sofram!! Quero lhes ensinar a serem flexíveis, a terem amor próprio, a saberem ceder e ao mesmo tempo se impor quando necessário…Será que eu consigo tanto?
Mas as pessoas são como são, e na minha opinião, já nascem a bem dizer prontos, precisando apenas serem lapidados. Espero de coração conseguir fazer com que ao menos se tornem emocionalmente saudáveis!

Anúncios

»

  1. É Flá, difícil né, dia desses fiz um post falando exatamente sobre isso, como eu quero conseguir “lapidar” a personalidade da Mariana, de modo que ela não sofra, mas como é difícil fazer isso né, afinal cada um é cada um e já nasce com a sua personalidade, seu jeitinho.

    Só posso desejar boa sorte!

    bjs,

  2. Amei o novo lay, e a foto acima, tudo de bom!!!
    Agora… Dureza, em!!! Eu sempre penso nisso que a fase mais dificil, ainda está por vir!!!
    Não sei como será, como ensinar, o que fazer! Acho que eu e mtas…
    O negócio é ir tentando todo dia um pouquinho, pra quem sabe entrar na cacholinha deles, né?
    boa sorte aí!!!
    :)

  3. Flavinha, tá lindo seu blog, de template novo e você nem me fala nada….

    Quanto à educação dos filhos eu acho , cada vez mais, que eles são aquilo que são e não há nada que possamos fazer a respeito.
    Não vou deixar de orientar, explicar e dar exemplo mas estou terminantemente convencida que todos os meus esforços serão em vão.

  4. Pingback: Fique por dentro Educação » Blog Archive » Desafios da educação - I « Meus Filhos

  5. Oláaaaaaa Flávia!!! Uma das coisas que me deixa doida com a Isa é justamnete esse comportamento. O de nínguem quer brincar comigo e aí é o chororô!!!! Ou melhor, ela é que não sabe muitas das vezes se ajustar as brincadeiras, por que muitas das vezes as crianças são maiores e aí ela sai com essa conversa e chora a balde. E digo…vai Isa e nada…corre Isa…e nada, afe!!! E acaba sempre atrapalhando as brincadeiras pois as crianças ficam com pena e brincam do jeito delas, ai ai ai!
    E vamos amiga nessa batalha ahahh!

  6. Seu blog é lindo, assim como seus filhos.
    Vc é uma mãe dedicada e preocupada, e isso a torna atenta as questões mais importantes do desenvolvimento deles. Mas não os leve tão a sério, tudo se resume a fases e daqui a pouco o que te preocupa nem aparecerá mais (virão outras rssss).

    Bjssssss e voltarei mais vezes.

  7. Adorei o novo layout tbm!!! Acompanho sempre seu blog e deixei um selo pra vc lá no meu.

    Sei que vc está preocupada com sua filha mas hoje em dia, com 27 anos, quando penso nos meus problemas, lembro de quando era pequena e tudo pra mim era um problemão: não ter uma boneca da moda igual a colega, não ser a líder de classe, ter menos papel de carta que a amiguinha ou mesmo não quererem brincar do que eu queria… Eu pesno: como eu era feliz e não sabia, hahahaha…isso passa… vc vai ver como sua filhotona vai ser um lindo diamante! É uma jóia que a cada dia brilha mais!

    Seus filhos são lindos! Beijos!

  8. Flá!!!

    Que lay lindo de viver!!!
    Tá tendo aulas com alguma personal blog é?????
    Eu tenho certeza que tu como mãe vais ensinar tudo de melhor que eles possam aprender.
    bjs!

    Ah, tô esperando até hoje as fotos do niver viu?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s