Que sumiço…

Padrão

Nossa, dessa vez extrapolei todos os limites do sumiço e fiz uma das maiores viagens da minha vida, rsrsrs. Foram 13 dias fora de casa!!!

Na semana passada fomos eu e as crianças pra uma colônia de férias em Nova Almeida, ES, com minhas tias. O lugar é uma delícia, parece um condomínio fechado com as casas coladas umas nas outras e muito espaço onde as crianças podiam correr e andar “sozinhas’ à vontade. Havia piscina de criança e de adulto e a praia tinha ondas suaves. Além disso, como fomos em uma excursão, houve uma gincana e uma comemoração do dia das crianças bem divertida.

Pela manhã íamos pra praia e lá ficávamos entre água e areia até o meio-dia; Depois voltávamos, almoçávamos e íamos pra piscina. Eita vida ruim! rsrs.

E essa semana fomos pra casa do meu pai que fica em Jacaraípe, bem pertinho de onde estávamos. A casa dele ficou ótima, muito arejada e espaçosa. Agora ele tem 3 cachorros, sendo um boxer filhote e 2 yorkshire. Ai ai, a carinha de piedade do boxer é de matar! Ela é fofa demais. Minha “madrasta” é muito gente boa, tranquila, ria muito com as crianças.

Enfim, tudo ótimo! Agora voltar pra valer ao ritmo normal porque já passou da hora!!

**********

A Rafa, uma amiga de blog, está fazendo uma campanha em prol da doação de medula óssea. Eu achei muito interessante e resolvi colaborar também:

Veja, passo a passo, como funciona a doação de medula óssea no Brasil:
· É preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e boa saúde e se cadastrar como doador voluntário em um Hemocentro;
· No cadastramento, os voluntários doam apenas 10 ml de sangue;
· Essa amostra passa por um exame de laboratório, chamado teste de HLA, que determina as características genética do possível doador;
· As informações são colocadas em um cadastro nacional, o REDOME, ou Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea;
· Quando alguém precisa de transplante, os técnicos do Redome fazem a pesquisa de compatibilidade por entre os registros de todos os doadores cadastrados;
· Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer outros exames de compatibilidade genética. Se o perfil coincidir com o do paciente que precisa do transplante, o voluntário decide se realmente quer doar;
· Durante a doação, o doador recebe anestesia geral. Com uma agulha, a medula é aspirada do osso da bacia;
· A quantidade de medula doada é de apenas 10% da medula total. Em 15 dias ela já estará recomposta.
Os interessados em doar devem procurar o Redome ou o Hemocentro mais próximo

Anúncios

»

  1. Uia quanto tempo guria!
    Saudades!
    Bora encher de gotos destas férias.
    Precisamos voltar aos nossos papos via MSN porque to com muitas saudades!
    Bjs

  2. FLávia, welcome back, que saudades!!!

    Cadê as fotos, héim????

    Eu tive toxoplasmose quando mais nova, e não sei se posso doar medula, sei que sangue não, mas medula… vou me informar.

    Beijos

  3. ei amiga!!! ai eu qro viajar tbm!hehehe q delicia o passeio hein..tenho certezaa q aproveitaram mto!
    nem me fale em Boxer..eu sou louca!!! tenho uma amiga q cria, ai eles sao fofos d mais mesmooo!!! carinha de dó e de triste..rsrs
    obrigada por ajudar na campanha querida!!
    desculpa pelo sumiço tive serios problemas por aqui
    bjaoo
    boa semana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s