Gustavices

Padrão

Às vésperas de completar 03 aninhos, meu tesourinho Gustavo anda crescendo (e aparecendo) cada dia mais.

Custou bastante a destravar a língua: apenas após os 2 anos é que começou, muito de leve, a falar algumas mal faladas palavrinhas. Mas agora….Jesuis!!! O bichinho está falando feito pobre na chuva, e o que eu acho interessantíssimo, é que ele ama repetir os mesmos causos à exaustão. Exemplo: domingo fomos ao clube, e na área de alimentação estavam voando algumas abelhas. Ele estava bem brincando com a areia do chão, quando de repente recebeu uma ferroada. Coitadinho!! Saiu correndo pro lado do pai, aos berros, estendendo o dedinho furado, e então marídeo rapidamente retirou o ferrão do local. Ele foi pro meu colo (sempre, sempre sempre o meu colinho que ele quer),  e ficou bem quietinho, chorando por um tempinho, mas logo depois sarou, felizmente. Agora, o hilariante dessa história foi ele repetir esses detalhes todos, principalmente a parte de que “foi o papai que tirou o ferrão do meu dedo”, no mínimo, sei lá, umas duzentas vezes lá em casa, e pra absolutamente todo mundo que ele tem contato. Uma graça. Só pra brincar um pouco falei que ele tinha engolido uma agulha de vitrola…Pra quê!! Ele ficou nervoso demais, e toda vez que eu repetia ele dizia: “Num engoli não!!” na maior brabeza, fechando o senho, mania que tem desde recém nascido.

Fofo também é ele contando casos inusitados e totalmente sem pé nem cabeça. Não sei de onde ele tira tanta coisa, acho que mistura o que vê, com o que ouve, inventa e vira uma mistureba danada, rsrsrs. Pior é que quando o telefone toca, deu pra querer falar com a pessoa de toda forma! Aí o coitado que está do outro lado soooofre, escutando sua ladainha. E mais fofo ainda é que o final de todas as frases são invariavelmente com um “não é mamãe?” :)

Se ninguém estiver olhando, pega um livrinho e conta a historinha, na maior concentração, de acordo com as figuras ou com o que se lembra de eu já ter lido pra ele. Só não pode notar que alguém está olhando, que aí pára imediatamente.

Ama cantar e dançar, contanto que estejamos em casa. Em público vira um bichinho do mato e até vira os olhinhos de vergonha. Vive cantarolando: “Avião sem asa, fogueira sem brrrrrrrasa…”, rsrsrs.

Entrou na fase da super teimosia.Quer tudo do jeito dele: vestir blusa de lã no verão senegalês,  comer sopa todo santo dia e só se for com macarrão de letrinha, quer feijão mas só pode ser puro (bate um prato, tipo caldo), quer beber água mas tem que ser no copão gigante, e por aí vai.

Um fator super engraçado e que quem vê morre de rir, é que se ele está em algum lugar e me chama pra eu ir buscá-lo, não há ninguém nesse mundo que o tire dali, a não ser eu. Não adianta argumentação, não adianta eu chamar pra ele vir andando, nem outra pessoa pegá-lo, nada. Tem que ser eu. E se não vou, tenho que aturar choro de até meia hora, que foi o máximo que eu suportei até hoje, rsrsrsrs. Ele realmente vence pelo cansaço nesse quesito, afff.

É muito apegado à mim (ao menos por enquanto !!), adora estar sempre grudadinho no meu colo. Quando o repreendo mais fortemente ou dou umas palmadinhas, chora no maior sentimento do mundo, levantando os braços pra mim e dizendo que “qué dumi”.

Adora denominar tudo através de alguma figura, ou criar uma nomenclatura pros mais diversos produtos: o mingau é sempre “mingau da girafa” por ter o bicho no pacote; O leite é “leite de morango” porque atrás da caixa longa vida tem a foto de um milkshake de morango; Seu copo é o “copo de peixinho’ por ter tal figura estampada…Tudo ele intitula.

Além de ser teimoso, ainda por cima é o rei da desculpa esfarrapada. Eu falo pra ele não mexer em alguma coisa e daí a pouco lá está ele, fazendo o que não deve. Eu chego e falo: “Gustavo!! Eu já não te falei pra não mexer nisso?”, e ele, com a cara lambida: “É porque….porque eu tô só olhando, ué!!” rsrrs, essa é sua resposta padrão: tudo ele está só olhando…Sei. O estrago aparece depois, kkkkkk.

É, meu bebê está se tornando um menininho…Ai ai, que dorzinha no coração.

Anúncios

»

  1. Ai meu Deus, que coisa gostosa!Essa do ‘só olhando’ lá em casa tem outra versão… é o ‘eu não queria fazer isso, mamãe’ acompanhado de olhinhos negros pidões, rsrs.
    Beijos, o Gu deve estar um lindo!

  2. Flávia,
    imagino que deva ser uma sensação estranha mesmo, ver aquela coisinha que sai da nossa barriga se tornando gente…

    Ai, ai, eu sou você amanhã, amiga!

    Beijos, linda

  3. Eu também estou adorando essa fase da matraquice, de cantar, dançar, contar histórias (na maioria das vezes estórias), misturar tudo. Acho muito engraçado. Sento e fico só olhando, devia estar filmando, né?
    Beijo e beijo nesse menino falante!

  4. Ai Flávia, que engraçado que ele é, morri de rir lendo aqui…
    A Ellen tb ta na fase de tudo do jeito dela, ta dando um duro danado ensinar ela as palavrinhas mágicas, mas eu chego lá… ma coisa me identifiquei (lembrando a Ellen) deve ser a fase mesmo…
    Beijos!!!

  5. Flávia, dói ver os baixinhos crescerem, mas é tão legal né? Adorei as histórias do Gu, ele é um fofo e espertão né? Deve dar uma vontade danada de encher ele de beijos. Abração.

  6. Nossa não vejo a hora do meu Guto começar a falar, andar e aprontar!! Se do jeito que ele está já quero morder imagina quando começar com as Gustavices…
    Bjus,
    Dany

  7. Amiga secreta..hohoho
    Olha, eu tô amando saber mais do meu “afilhado secreto”, viu!! E essa fase que eles começam a falar é uma delícia!! A Duda tb tá uma piada!!
    Bjs

  8. Flávia, a Mari tb demorou pra falar, mas agora, mesmo falando as palavrinhas meio erradas, fala feito um papagaio, e o mais bonitinho de tudo é ver ela inventar musiquinhas, passa um tempão cantalorando o que vem na cabeça… E é verdade, nossos filhotes estão crescendo, e dá uma angústia né?? Bjos!

  9. Flavinha

    Meu bebê de 19 anos até hoje é um grude. Sou sua maior amiga, sua maior inimiga, sua maior cobrador e com certeza, por enquanto, o maior amor de sua vida. Me escreveu outro dia um poema belíssimo que arrancou todas as lágrimas que eu tinha.
    Bom demais ter filho! Se `não fosse tão caro, juro que iria encomendar o quarto… Isso é que é coragem.
    Lindo seu filhote.
    Beijo!

  10. Oi Flavia,
    Tem um tempinho que não venho aqui, adorei conhecer as gustavices ! Seu filhote é uma figurinha mesmo !
    Mesmo atrasado queria desejar um Feliz aniversario, muita saude pro seu pequeno principe e que ele apronte muitas peraltices pra nos fazer sorrir sempre.
    Muitos beijos,
    Alessandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s