Virose – o retorno

Padrão

Já fazia mais de um ano que eu não pisava em um hospital por conta das crianças, graças a Deus. Eles estavam com saúde de ferro!!! E eu feliz da vida, claro.

Mãsss, como nada dura pra sempre,  sábado à tarde a Giovanna começou a reclamar de dor de cabeça, chorando muito. Fiquei bastante preocupada e lhe dei um analgésico. Mesmo assim ela continuou reclamando, até que à noite “golfou” pela primeira vez, e ainda reclamando da dor de cabeça, mas sem febre. Passou a madrugada dormindo mal e acordou vomitando muito, de forma que tive que correr pro PS. Ocorreu o de praxe: consulta, “quadro de virose”,  soro na veia por 04 horas, mais plasil e dipirona.

Nesse período passaram várias crianças pela  sala de observação, a maioria bebezinhos que necessitavam de nebulização, sendo que algumas soro e medicação também. 

Vendo as cenas me vieram à cabeça momentos tão recentes e ao mesmo tempo tão longínquos, que nem pareciam ter ocorrido comigo!! Bebezinhos tão pequeninos e frágeis nos colos de suas mamães, chorando desesperados ao serem “furados” ou ao terem aquela bendita máscara colocada no rosto. Alguns berravam e esperneavam tanto que parecia que iriam perder o fôlego a qualquer momento, e as mães com aquele misto de constrangimento por saberem que todos as estavam observando (é visível nos olhos) e ao mesmo tempo agonia, vontade de xingar, tudo ao mesmo tempo. Fora que após dormirem, os anjinhos não aceitam que a gente os deite no bercinho, vixe! Eles se sentem inseguros, só querem colo.  Aja braço! Uma delas tentava toda hora mas não tinha jeito: o filhinho recomeçava o choreiro imediatamente ao encostar no colchão. Recordei um dia, num PS, eu alucinada pra ir ao banheiro e o Gustavo dava gritos quando eu tentava deixá-lo na cama, rs.

Obviamente sinto muita ansiedade e angústia vendo minha filha prostrada, abatida, com os olhinhos caídos, sendo espetada e choramingando que não quer, que vai doer muito.  Mas é bem mais agoniante e complicado com bebês de colo, não dá pra se comparar.

Por isso a natureza é sábia: traz o esquecimento para que a mãe só se lembre com saudade e alegria da maternidade e volte a aflorar em si  o desejo da maternidade, mesmo que em seu subconsciente. ..

E minha princesinha hoje já amanheceu boa feito côco, felizmente :)

About these ads

»

  1. Ai Flá, tadinha da Gigi, ainda bem que está melhorzinha.

    Nossa, nem me lembre viu, as vezes fico deitada à noite e pensando em todas as vezes que tive que correr pro hospital com a Mariana, numa das vezes ela tinha só dois meses, nossa, dói só de lembrar.
    Mas como vc disse, a natureza é sábia, ainda bem né, senão eu sequer pensaria em ter outro filho e viveria emergida na culpa eterna :)
    beijos,

  2. Flá, querida… quanto tempo.
    Tadinha da Gi, ainda bem que já está melhor. Eu acho que você tem razão quanto à sabedoria da natureza, embora eu não tenha sofrido muito com viroses quando o André era pequeno, com certeza já passei vexames homéricos com choradeira, mas honestamente nem me lembrava mais disso. Só lembro da alegria que é ter um bebê fresquinho em casa, e por isso estou tão feliz com a chegada do Cadu, porque sei o quanto será bom.
    Mas sei que nem tudo serão flores… rs
    Beijos

  3. Ai Flá, que dózinho dela…
    Mas foi o que vc falou, pior é com bbs de colo… Eu graças à Deus nunca passei por isso, qdo precisei, a Ellen já tava grandinha, mas chorei junto com ela… Enfim, a natureza faz mesmo com que a gente esqueça de muitas coisas pra que possa ter mais, eu to nessa fase, de esquecimento geral, hehhehe… Quem sabe um dia vem outro!!!

  4. Oi Flá! fiquei preocupada com suas dúvidas no paralelo quanto à essa virose da Gi, mas como não sabia como ajudar fiquei quieta… que bom que ela está boa!
    E realmente, bebê doente dá um desespero né? Nunca tive que furar o bracinho da Mari pra tomar soro nem nada, mas nem imagino que eu tenha forças pra isso. Acho que eu delegaria pro pai…rs.
    beijos!!

  5. Fla, que bom qua a Gigi está melhor !
    A medida que o tempo passa e a gente vai espaçando as idas ao PS, vamos esquecendo os sufocos que passamos. E não é só doença, são todos os sufocos de bebe pequeno, e a gente só lembra das coisas gostosas. Ainda bem né, senão teriamos todas um filho só.
    Beijos

  6. Flá, nossa, não sabia que a Giovanna tinha pego virose! Fiquei assim tem duas semanas e o que é isso? Se a gente fica acabada pra caramba, imagina uma criança, né?
    Que bom que a pequena tá mellhor!
    Bjssssssssss

  7. Amiga não te abandonei não, mas essa minha vida de concurseira tá me matando!!!
    Filho doente deixa qualquer mãe louca, né?? Mas que bom que ela já levantou melhor, fico feliz!
    Adorei o vídeo do seu Guto lendo… O meu aqui já falou sua primeira palavra: papai!! Posso com isso???
    Tenho as dicas de Caldas para te passar, viu???
    Bjus,
    Dany

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s